terça-feira, 24 de junho de 2008


Viver a graça de ser bom
O homem bom vive o céu na terra porque veio do céu assim: bom! Como Deus é bom.


Deus, com sua infinita bondade, nos criou para a bondade. Porém, somos filhos teimosos. Tapamos os ouvidos à voz de Deus. Podemos achar que somos bons quando nos comparamos com alguém que tenha uma má índole perante a sociedade ou perante o Senhor. Mas, não é bem assim… A comparação nos escraviza e nos enche de inveja. Assim não estamos sendo bons.
O homem bom vive o céu na terra por que veio do céu assim: bom! Como Deus é bom. Permanecer na bondade é por muitas vezes opção. Há muita gente por ai que se disfarça de bom. E tem muita pessoa boa que se deixou corromper pela maldade do mundo. Não o mundo que Deus criou, mas, o mundo que o mal e o homem estão criando. A maldade não é privação a ninguém, também é escolha. Porém não vem de Deus.
Se formos bondosos de verdade um dia, descobriremos que será bom, ser bom para sempre. A bondade é graça que já vem no pacote que Deus dá quando nos da a missão de fazer a diferença na terra.
Ser bom sempre não é fácil. Às vezes parece que tudo ocorre para que percamos esta graça. Muitos precisam da nossa bondade. Ninguém precisa da nossa maldade. Todos nós podemos ser bons e amáveis uns com os outros. É só começar com o pouco e ser fiel a este pouco. Comece. Abrace mais demorado, beije mais vezes, diga aos seus amigos o quanto você os ama, mande um e-mail que contenha as suas palavras e alegre o dia de trabalho de um amigo (a). Diga bom dia, sorria sem motivo só para as pessoas falarem “nossa que sorriso… viu um passarinho verde?”, cante a sua música preferida um pouquinho mais alto para as pessoas ouvirem… Enfim dê o primeiro passo, e vai vê que é bom caminhar nesta estrada. Não é algo de outro mundo. É algo do céu. Quando abraçamos essa missão com amor ela se torna simples. Ser bom! É ser pleno de humildade e amor. É algo que agrada o céu e incomoda o mundo mal. Vale a pena correr o risco de ser bom. Ser bom é bom demais!


Beijos no coração e um abraço apertado na alma!
Seu amigo e irmão,
Eli Negreiros.

Nenhum comentário: