sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O caso dos exploradores de caverna

Ufa! Ufa! Quanta coisa.
Atenção advogados de plantão anuncio aqui mais uma prova bônus. O nome da prova é “O caso dos exploradores de caverna”. Como será? Faremos um júri simulado. Será preciso que um ou mais integrantes da equipe leia o livro que tem o mesmo nome da prova (O caso dos exploradores de caverna. Lon L Fuller – o livro é barato e pode ser adquirido facilmente). A equipe definirá um membro para ser o representante, esse poderá ter no máximo dois auxiliares.
O livro conta a história de exploradores de cavernas julgados pela morte de um deles. O detalhe é que a morte de um serviu para os outros não morrerem, ou seja, um teve que morrer para alimentar os outros. E aí, eles devem ser condenados ou não?
Existem no livro, quatro ou cinco advogados e ou promotores com versões diferentes para o resultado do julgamento. O que vocês terão que fazer? Entender o caso e as versões de cada um deles. Dias antes farei um sorteio com as equipes para definir qual versão terão que defender. O que será julgado? Pois bem, vocês se apresentarão a um tribunal com cinco juízes, que avaliarão o desempenho, domínio e conhecimento do caso, coesão e coerência nas argumentações e sustentações de teses, todos que participarem receberão SORRISOS conforme o desempenho. Os juízes poderão perguntar ou questionar a qualquer um. Mas o trabalho de dificultar, questionar e tentar derrubar as versões dos jogadores fica a cargo de vocês e principalmente de alguém que será nomeado de “questionador”, que no caso será o Grande Urso. A missão do questionador é fazer vocês se perderem ou se acharem na argumentação. Teremos tempo para pergunta, resposta, replica e treplica.
A prova pode parecer complicada, mas não é. Como falei, são bônus, não há obrigação de participação e não será a decisão final. É uma prova de inteligência e de incentivo à leitura. Também somos cultura.
O julgamento está marcado para o dia 05 de março de 2011 às 15h no salão paroquial. O sorteio acontecerá no dia 26 de fevereiro. É preciso que as equipes me mandem um email com antecedência confirmando a participação nessa prova. Equipes que ainda não foram formadas poderão participar, basta avisar da intenção de montar uma equipe. Antecipando que há a possibilidade de duas ou mais equipes terem que se unir para defender uma tese, mas só saberão dias antes ou até mesmo no dia. Também ficará oculto para o resto dos competidores o que cada equipe defenderá. As equipes poderão assistir ao julgamento desde que se mantenham em ordem. Mais detalhes e regras serão dados posteriormente.

É isso, boa sorte, boa leitura, bom tudo, vocês precisarão.
Abraço de Urso!