segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sigo aprendendo

     Esses dias pensei muito a respeito da minha missão como catequista. Como é bom fazer um flash back desde quando começamos até agora. Lá se vai o tempo, arrastando tudo e fazendo tudo novo de novo. Quando fui chamado a ser catequista fiquei muito preocupado em qual tipo de catequista eu seria. Então, criei uma meta para mim, corri atrás (e ainda corro) e procuro fazer o meu melhor em tudo que faço. Nem sempre consigo, mas tudo é escola para melhorar. Hoje, a única diferença é que o tempo me ajudou e eu me sinto muito bem e mais confortável nessa missão. Acredito que ser catequista não é ser “O” teólogo é ser testemunha, mesmo que pequeno. É está aberto a exercer a missão, o dom... É crescer.

     O nosso caminhar constante, é essencial para ir ao encontro com os jovens ansiosos por tudo que se apresente a eles. E esse tudo nem sempre é bom. É também ir de encontro contra tudo que nos tira do nosso caminho. Temos que ter responsabilidade ao caminhar. Às vezes não dá pra esperar e temos que seguir mesmo sem saber o que nos aguarda. A compreensão, a coragem e a paciência foram minhas companheiras durante esses anos como catequista. Sempre encontrei entre os catequizandos alguém que esperava algo. Não que me esperassem, mas esperavam que eu fizesse cumprir a minha missão com amor. Assim, Deus foi lapidando a pedra bruta que há em mim. Vi em todos a possibilidade de serem transformados, inclusive eu. Não faço semelhanças entre eles, pois cada um tem suas individualidades e potencialidades é só saber direcionar e bem aproveitá-las. Mantenho a minha vontade firme, quero melhorar a cada nova catequese, até onde me for permitido ir.

     Experimentei muitas derrotas, mas hoje posso dizer que fiz o meu melhor. Acreditei no potencial de cada um. O catequista deve estimular, provocar e desafiar os seus catequizandos. A palavra deve ser continuada. Se não posso ajudar um catequizando a receber o sacramento, então não sirvo como catequista. A minha missão é aproximar as pessoas de Jesus. Não devemos dificultar as coisas. Enquanto estamos dificultando o mundo facilita. Daí, perdemos almas pela falta de sabedoria, por não sabermos qual é o verdadeiro sentido da missão do catequista.

     Me aproximei para ouvir, participar, sofrer e alegrar-me com todos eles. Tenho que aceitá-los, mesmo que às vezes não seja aceito. Se um deles não vence a derrota também é minha. Se um crismando meu não conseguir crismar, então não fiz um bom trabalho como catequista. Sei que é difícil, mas tenho que aceitar. Vamos refletir sobre a nossa vocação e missão. Temos que reavaliar os nossos conceitos. Estamos aqui para aproximar as pessoas de Cristo e não para afastá-las. Você, que de alguma forma é catequista, reflita! Se todos não conseguiram, tem alguma coisa errada. Nem sempre podemos ganhar isso é fato, mas é preciso perceber os nossos catequizandos. Quais são as dificuldades deles e ajudá-los. Esse ano eu não consegui todos, então a minha vitória não foi completa. É difícil, nem todos querem ser ajudados, mas dá pra tentar ser melhor.

A igreja está em nós! Tudo que semearmos certamente colheremos!

Eli Negreiros

5 comentários:

Alessandro Rodrigues disse...

Muito verdadeiro o texto

"O catequista deve estimular, provocar e desafiar os seus catequizandos."

É isso que falta. O interesse de alguns catequistas já não é o mesmo.Reflitam Kblin....

Julio disse...

Também estou de acordo quando você diz que devemos aproximar o catequizando de Jesus e não afastá-lo.
São palavras muito sábias que devem ser seguidas por todos.
Um forte abraço!!!

Angelo Vecchione disse...

Stefania Caterina nació en Génova, 19 de enero 1959 por de familia católica.
En 1994 decidió dejarlo todo para dedicarse totalmente a Dios y su obra, ofreciendo los dones recibidos de Él.

Usted puede escribir directamente a
stefania.c@versolanuovacreazione.it
redazione@versolanuovacreazione.it
http://www.versolanuovacreazione.it
Una introducción obligada
http://paraanovacriacao.wordpress.com/
Mandar-vos-ei o Defensor, o Espírito da Verda
12 novembro 2011
. artigos Deixar um comentário
Caros leitores, aproximamo-nos do fim do ano 2011 e do início do 2012. Jesus, nesta mensagem, conclui um ciclo e abre um novo.
Que ciclo conclui? Até aqui, guiou-nos pela mão e indicou o modo de caminhar atrás d’Ele. O tempo da preparação, da Sua parte, está terminado. Pela enésima vez, nos convida a oferecermos a Ele a nossa vida através do Coração Imaculado de Maria, e convida-nos a fazê-lo em breve, já, imediatamente, para não sermos separados d’Ele e permanecermos sós, incapazes de enfrentar os acontecimentos que nos esperam no próximo ano.
Que cenário abre Jesus para o próximo ano 2012? Revela-nos que o Pai decidiu dar início à Sua intervenção a favor do Universo inteiro, a fim de que todos se tornem criaturas novas. Quem estiver aberto a Ele será transformado, quem o recusa será posto de parte. Lucifer, que é a fonte da corrupção, e quantos o escolheram, estão destinados a serem separados dos filhos de Deus.
«O Pai intervirá através de Mim, porque o Pai age sempre por meio do Filho, no poder do Espírito Santo», disse Jesus na Mensagem. Por quê por meio do Filho e não por meio de outros? Porque «por meio d’Ele Deus criou todas as coisas. Sem Ele não criou nada» (Jo 1,3). Quem crê n’Ele e O escolhe, recebe a graça de se tornar filho de Deus. No Filho, misticamente unido a Ele, tornamo-nos filhos (Jo 1,12), e entramos definitivamente na plenitude da vida de Deus.
O próximo ano, como lemos na Mensagem, ocorrerá um «duro confronto entre Lucifer e Eu» afirma Jesus. Com Jesus estará o povo da Terra e todos os que no Universo se unirem a Deus. Da Terra deverá partir uma centelha capaz de inflamar todo o Universo. «No ano que vos espera, agirei profunda e silenciosamente no espírito de cada homem de boa vontade, e atrai-lo-ei a Mim, formarei assim uma Igreja finalmente integra e forte, que não conhecerá compromissos com o mal» disse Jesus.
Assim como o Espírito Santo foi enviado sobre a Santíssima Virgem Maria e sobre os Apóstolos, no início da Igreja, assim será dado, neste tempo, a quantos aderirem à obra de Cristo. Será uma poderosa acção do Espírito Santo nos homens e entre os homens, para purificar tudo até ao fundo, separar o bem do mal e afastar este dos filhos de Deus, para sempre.
Quem aderir a Cristo será guiado, protegido e sustentado pelo Espírito Santo. Só é possível aderir a Cristo para entrar na vida de Deus, pelo Espírito Santo que perscruta na profundidade do homem e de todos os seres vivos. O homem terá a possibilidade de discernir o bem do mal, de escolher o bem e recusar o mal. Viverá, em todo o seu ser e agir, segundo as leis do puro Espírito, sem levar em si nem a mais pequena sombra de falsidade.
Jesus prometeu que o Espírito Santo irá falar-nos e guiar-nos, de modo particular, também através deste site. Por isso, peço para rezarem por mim, a fim de que eu seja um instrumento dócil e pronto a transmitir fielmente aquilo que receber.
Desejo-vos que possais escolher Jesus Cristo no Espírito Santo, e acompanho-vos com a minha oferta, e com a de todos os que se oferecem a Deus neste tempo. Abençoo-vos em Cristo.
http://paraanovacriacao.wordpress.com/

Angelo Vecchione disse...

http://paraanovacriacao.wordpress.com/

Mensagem de Jesus de 23 de Setembro de 2011
«Caríssimos filhos, estamos unidos a terminar um ano que percorremos juntos. Tomei-vos pela mão como criancinhas, neste ano, para vos ensinar que Deus é Amor e Verdade, e cuidou de cada um de vós. Muitas vezes vos pedi para Me darem a vossa vida, através do Coração Imaculado da Minha Mãe, a fim de que possa transformar-vos em criaturas novas, e introduzir-vos assim no Reino de Deus, a Nova Criação que vos espera. Expliquei-vos que é melhor viver segundo as Leis de Deus, que são fruto do Seu Amor, do que seguirdes o vosso egoísmo. Expliquei-vos muitas coisas, sobre as quais vos convido a reflectir e ainda muito mais vos será dito.
O próximo ano, será cheio de acontecimentos importantes para a vossa humanidade e para todo o Universo. Será o ano da decisão, para cada um e para todos. O Pai espera um salto de qualidade dos Seus filhos, uma seriedade e uma maturidade em todos os que crêem n’Ele, e Me acolham como Filho de Deus e Salvador. As coisas que vos disse a propósito do futuro do Meu povo, começarão a realizar-se no Espírito dos que estão prontos a deixar o que é velho e a revestirem-se da novidade de Deus.
A minha acção intensificar-se-á a todos os níveis, e tocará o Universo inteiro. Nada poderá permanecer indiferente na Minha frente. Os homens e toda a criação deverão reconhecer-Me e acolher-Me como Filho de Deus, o Único através do qual é possível salvar-se. Salvar-se de quem e de que coisa? De Lúcifer, que é o verdadeiro antagonista do Bem, aquele que se opõe a Deus com todo o seu ser.
Também Lúcifer será constrangido a revelar-se diante dos Filhos de Deus, porque até hoje se tem camuflado e infiltrado em todo o lado, até na Minha Igreja, mostrando-se com as vestes mais diversas. Assim, capturou na sua rede homens ambiciosos e de pouca fé, tem semeado o desencorajamento e a desilusão nos bons, naqueles que se esforçam para viver honestamente e segundo as Leis de Deus. Sobre a Terra, de modo particular, Lucifer tem reinado tranquilamente em muitos corações e esmagado a vossa humanidade. Seduziu-vos a tal ponto que muitos de vós não sabem distinguir o bem do mal e trocam a verdade pela mentira e a mentira pela verdade. Tem-vos alimentado de falsidades e de medo, que são os sinais inconfundíveis da sua presença e da sua obra.
Lúcifer tem-vos tido nas mãos, por meio dos seus perversos adoradores, que são o vértice do poder sobre a Terra; estas pessoas são verdadeiros filhos das trevas, sanguinários e enganadores. Ofereceram a Lucifer a sua vida, selando com ele um pacto de sangue, e procuraram instaurar na Terra o reino das trevas, que se opõe ao Reino de Deus, a que eles chamam a nova ordem mundial. Como nasceu na Terra a Minha Igreja, a primeira célula do reino de Deus, assim, sobre a Terra, nasceu também a igreja de Lúcifer, a igreja negra, o seu povo tenebroso, que é a primeira célula do seu reino. Desde o início da vossa história, Lúcifer escolheu um número restrito de pessoas que se consagraram a ele, para governar a Terra. Hoje, acontece o mesmo, porque a consagração a Lúcifer está bem presente na vossa humanidade, desde sempre. Em tempos, um punhado de homens escravizou a vossa humanidade, para além do que podieis ver e compreender. Os vossos sistemas políticos, económicos, sociais, etc, giram à volta de poucas pessoas, que se servem deles a seu prazer.
http://paraanovacriacao.wordpress.com/

Angelo Vecchione disse...

Procurai compreender bem que a Terra tem uma importância crucial neste tempo. De facto, foi só aqui que fui morto e ressuscitado; a vossa humanidade foi testemunha de quanto disse e fiz, e os Apóstolos receberam o mandato de baptizar no Meu Nome toda a gente. Por isso, a humanidade da Terra está na primeira linha em levar o anúncio da salvação a quantos, no Universo, ainda não Me conhecem. A humanidade fiel a Deus está pronta para ajudar-vos, para colaborar nesta obra, pondo ao vosso serviço a sua capacidade. Mas vós deveis decidir-vos a oferecer-Me a vossa vida, e a colocar-vos à Minha completa disposição, com lealdade e integridade. É tudo o que vos peço, o resto fará o Meu Poder.
Se fordes muitos a responder ao Meu convite, no próximo ano se formar-se-ão muitos núcleos. Serão instruídos pelo Espírito Santo de modo directo. Tornar-se-ão fermento que fará fermentar a humanidade inteira. Se fordes poucos a responder, então o Meu Pai agirá de outra maneira, porque não pode esperar infinitamente as vossas decisões. Como vos disse, serão outras humanidades no Universo, fieis a Deus e prontas a servi-Lo. Convido-vos, por isso, a manter-vos à disposição dos planos de Deus o mais brevemente possível, aproveitando as graças que o Meu Pai vos concederá no ano que vem.
Caríssimos filhinhos, com esta mensagem concluo, por agora, o Meu longo colóquio convosco. É tempo que o Pai vos envie, em Meu Nome, o Espírito Santo. Aquilo que disse aos Apóstolos, digo agora a todos vós: é bom que vos deixe, porque de outro modo não virá a vós o Espírito de Verdade. Ele vos fará conhecer tudo o que o Meu Coração deseja, vos defenderá do mal, da sedução do inimigo e de toda a mentira, porque é O Defensor. Estará sempre convosco e vos falará para vos instruir e guiar, a fim de que estejais prontos para viver segundo as Leis de Deus e a desenvolver a vossa missão. Aprendei a conhecê-Lo e a amá-Lo, Ele é quase desconhecido pelo meu povo, se bem que é o Guia Omnipotente e Infalível de todas as almas e da Igreja.
Convido-vos ainda uma vez mais a ter fé em Mim e a dar-me a vossa vida, através do Coração Imaculado da Minha Mãe. Sem a vossa sincera doação, não estareis à altura de compreender os eventos deste tempo, nem de participar na Minha obra, Sede, por isso, firmes na Fé, na Esperança e no Amor. Sede fortes, maduros, límpidos e sinceros diante de Deus. Deixai todo o egoísmo, ambições, pretensões. Sobretudo, ponde de parte a vossa astúcia, porque não vos servirá de nada. Vivei com simplicidade e amor a vossa relação com Deus Trino e Uno, e decidi, com humildade, ser Seus filhos fieis. Não procureis fazer tudo sós, porque os tempos são duros e perigosos para quem não está com Deus. Agora mais que nunca, vos digo que quem quiser salvar a própria vida a perderá. Prometo-vos que não vos faltará nada e que estarei sempre convosco, se quiserdes caminhar ao Meu lado. Se vierdes a Mim, sereis saciados pelo Meu Amor.
Ao saudar-vos abençoo cada um de vós, as vossas famílias, tudo o que faz parte da vossa vida, abençoo todos os cristãos da Terra, cada homem de boa vontade, a humanidade inteira e cada criatura do vosso planeta, que me é cara, a pesar das suas infidelidades.
Abençoo-vos em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santohttp://paraanovacriacao.wordpress.com/
See: http://conchiglia.net / http://www.conchiglia.us/RIVELAZIONE_ITALIA/dozule/dozule_GEA.html
http://www.conchiglia.us/RIVELAZIONE_ITALIA/C_lettere/07.23_NUOVA_ARCA_DI_NOE_27.01.07.pdf
http://fraternita.bloog.it http://fraternita2011.blogspot.com/

Carta para o abandono

Intragável senhor,    Se soubesses como és desagradável me pouparia de sua companhia. Se ao menos soubesse evitá-lo... mas és um senh...